domingo, 20 de setembro de 2009

Devo sair ou permanecer?

Complicada como coisas simples....
Livre como um peixe em um aquário...
Encontro meus medos, mas eu promovo a ficar do próprio lado...
Se quiser venha para o meu esquerdo.
Bebemos um café e você pode passar a noite...
Farei de tudo para obter seu sorriso, pois é ele que me faz feliz....
Você pode pegar da minha mão quando eu estiver chateada..
Simplesmente eu queria que você estivesse aqui e talvez precisando de mim...
Podíamos ter algo...
Mudar as coisas...
E eu sei que você também sente a minha falta, e toda vez que isso acontece eu também sinto...
O melhor seria você aparecer e permanecer aqui, minha amiga....passar horas
E eu lhe mostraria meus novos amigos...meus desenhos e músicas
Vamos atrás de uma praia procurar um sossego?
E esses dias andam tão nublados...
Mas esse ritmo, sem melodia me faz crer que quase não creio..
A gente tem muito a se divertir, mas pode ser perigoso...
Bons tempos que não voltam mais...
Pegando o querer de volta, como uma torrada,
E penso em desviar do caminho, para ver se acho a tal luz..
Porém me perdi em meio a essas flores...